Este é apenas um desabafo de uma ex/atual (e já entrando em crise) fã.

Confesso que meu coração ficou dividido no dia que fui cadastrar meu Rio Card para o Rock in Rio. Slipknot e Metallica ou Guns n’ Roses?

Guns n’ Roses foi a primeira banda de Rock que comecei a ouvir, e foram eles que me tiraram do mundo cor de rosa das Spice Girls e dos Backstreet Boys.

Sei todas as músicas de trás pra frente e tinha o quarto fechado em posters do Guns. Pasta cheia de fotos, vinis, CD’s, discografia completa baixada, DVD’s, tudo que um bom fã tem, eu tive.

Andava de saia escocesa e meu cabelo com franja para o lado foi culpa do Axl… Ah e eu tinha também um colar de cadeado igual ao do Duff! Ridiculo eu sei, mas é o que faz quando se tem 14 anos. E nem tenho motivos para me envergonhar, afinal pelo menos o Restart não era a moda da minha época.

Porém, na hora da escolha do show para o Rock in Rio, resolvi deixar meu emocional de lado e partir para o lado Racional. Vou trocar duas bandas que eu gosto por uma que amei, mas que virou um cover deles próprios? Por uma banda que o vocalista se tornou ainda mais problemático, e que não está nem ai para os fãs? Que atrasa o show e toca quando quer?

COMEÇANDO A ODIAR O AXL:
Mesmo sabendo de todas as historinhas do Axl no inicio da banda, eu cega de amor, ainda o amava. Porém, com a separação do Guns de verdade, mais a demora de décadas para sair a porcaria do Chinese Democracy e a notável falta de respeito do mesmo pelos shows que faz, com seus atrasos entre outras ações super fofas que só o Axl pode fazer por você… O ápice da minha raiva foi depois de ler o livro do Slash.

É pensei bem, e não tive dúvidas quando esquematizei tudo para poder assistir o Metallica e Slipknot. E não me arrependo nenhum um pouco! Para quem teve medinho de ver os mascarados na TV, eles fizeram um dos melhores shows do Rock in Rio, que foi muito além de um instrumental bem trabalhado, e sim um espetáculo teatral, que contou com fogos e um baterista tocando quase de ponta cabeça.

E na noite do Guns, confesso nem fiz força pra ficar acordada e assistir ao vivo. Mas como durmo com a TV ligada (SIM, tenho medo de dormir no escuro e no silêncio) acordei assustada com um grito estridente de alguém desafinado cantando Welcome to the Jungle e quando forço e olho mais um pouquinho, O QUE É AQUELE GUITARRISTA TENTANDO SER O SLASH??? Ok! Fiz questão de desligar a TV e me forcei a dormir.

Claro, acordei hoje e não me aguentei em ver quase todas as palavras dos Trending Topics serem relacionadas ao Guns. E por culpa da minha curiosidade, agora me pergunto, POR QUE FUI QUERER VER OS VÍDEOS NO YOUTUBE???

AH MEU DEUS QUE SAUDADE!

AH MEU DEUS #QUEQUEISSO?

Axl, já te amei demais. Mas sério, te aposenta! No dia que quiseres voltar com o GUNS de verdade, chama o Slash, Duff, Gilby, Matt e Dizzy que a gente dá um desconto!

E antes que os super fãs do Guns venham me criticar: EU AMO GUNS N’ ROSES! Mas sim naquela formação de 1990 que vale a pena dormir na frente do estádio para ver um show dos caras!

E para quem vir defender o Axl dizendo: “Poxa Carol, pegou pesado, olha a idade dele, não dá pra comparar com antigamente!”

A você que com certeza pensou em me dizer isso, lembre-se, o Axl tem apenas 49 anos! Me explique então a voz e o folêgo de Brian Johnson que está no auge dos seus 64 anos e cantando como se fosse 1980, quando entrou no AC/DC.

E agora, entende o que eu digo?

Saudade Slash, Duff, Gilby, Izzy, Matt, Steve, Dizzy e até das backing vocals com cabelo de Poodle!
Todos estão no meu coração! ❤

Beijos e até o próximo post! (e vocês já notaram que o próximo vai demorar né?) ;*